Login

Destaques

  • 26ªs JORNADAS DE DOR DO HGO e 17º CONVÉNIO ASTOR

    No próximo dia 24 e 25 de Janeiro, terão lugar as Jornadas de dor do Centro Multidisciplinar de Dor do Hospital Garcia de Orta e 17 º Convénio Astor.  Este ano foi convidada a Unidade de Dor do IPO Porto para a Comissão científica do evento. Não perca este marco na formação em Dor em Portugal....

    Leia Mais

  • Prémio Angelini/ ASTOR para melhor Poster

    O prémio ANGELINI–ASTOR (Associação para o Desenvolvimento da Terapia da Dor) é uma iniciativa destinada a galardoar trabalhos em Língua Portuguesa sobre a abordagem e o tratamento da dor, da autoria de médicos e/ou enfermeiros e/ ou psicólogos e/ou outros profissionais de saúde, apresentados sob...

    Leia Mais

  • Regulamento para patrocínio científico da APED

    Se pretende pedir o patrocínio científico da APED para o seu evento sobre Dor consulte o regulamento.

    Leia Mais

  • Questionário Pain Alliance

    Se é doente com dor crónica ou cuidador, este questionário é para si! Pretende-se estudar o efeito da sua dor crónica na sua qualidade de vida, na sua situação de trabalho e sobre qualquer ajuda financeira que receba.

    Leia Mais

  • Nomeação dos conselheiros da IASP

    Gostava de participar mais ativamente na IASP? Se possui os conhecimentos e dedicação necessários, leia a carta da presidente Judith A. Turner e saiba como fazer!

    Leia Mais

Multimédia

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) assinou a Declaração de Montreal, juntando-se a mais de 50 instituições em todo o mundo, que querem assegurar o reconhecimento do acesso ao tratamento da dor como um Direito Humano Fundamental.

“A Declaração de Montreal enfatiza que 5 mil milhões de pessoas em todo o mundo vivem em países com inadequado ou insuficiente acesso ao tratamento da dor. Com esta declaração, o objectivo é garantir que os países têm conhecimento e apoio para estabelecer leis, políticas e sistemas que possam ajudar as pessoas que sofrem de dor a receber assistência adequada”, explica o médico Duarte Correia, presidente da APED.


“A dor crónica é um problema de saúde significativo que afecta mais de três milhões de portugueses, e por isso, consideramos que a falta de oferta de tratamento adequado da dor é uma violação dos Direitos Humanos de um paciente”, conclui o presidente da Associação Portuguesa Para o Estudo da Dor.

A dor crónica é uma situação de dor persistente. A lombalgia crónica, osteoartrose, cefaleias e artrite reumatóide são algumas das causas mais frequentes de dor crónica. Se a dor não for adequadamente tratada, a qualidade de vida das pessoas poderá ser gravemente afectada, podendo conduzir à incapacidade para o trabalho.


Declaração de Montreal

Apoios e Patrocinadores

conhecerAdoraw logo grunenthal medtronic pfizer tecnimedmenarini sponsors
IASP - International Association for the Study of Pain  logo02  logo03  logo04